• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Sábado, 17 de Novembro de 2018
ISSN 1980-4288

Hora extra e regimes de prontidão e sobreaviso

Fonte: TRT 18ª Região

Comentários: (0)




O tempo excedente nos regimes de prontidão e sobreaviso deve ser remunerado como hora extra. Esse foi o entendimento unânime da Segunda Turma do TRT de Goiás que deferiu parcialmente pedido de ex-empregado da Companhia Energética de Goiás (Celg).

O desembargador Platon Teixeira de Azevedo Filho, relator do processo, afirmou que a prontidão e o sobreaviso são regimes excepcionais de trabalho, que limitam os direitos dos empregados e, por isso, os dispositivos que os prevêem devem ser interpretados restritivamente. ?A regra geral é que o período à disposição do empregador seja considerado como de efetivo serviço. Assim, como a prontidão e o sobreaviso constituem situação extraordinária, os plantões não podem ser prorrogados além do tempo previstoemlei?, assinalou o relator.

Consta dos autos que somente houve comprovação de trabalho além do limite legal no regime de sobreaviso. Assim, a Turma decidiu que o tempo excedente deve ser remunerado com adicional de 100%, conforme Plano de Cargos e Salários da empresa.

RO-01489-2007-006-18-00-1

Palavras-chave: hora extra

URL Encurtada

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/hora-extra-e-regimes-de-prontidao-e-sobreaviso

0 Comentários

Conheça os produtos da Jurid