Empreendedorismo jurídico: 4 maneiras de empreender

Confira uma lista com 4 maneiras de empreender no meio jurídico.

Fonte: Beatriz Barros

Comentários: (0)



Reprodução: Pixabay.com

Você já percebeu que o calendário de fim de ano de muitos brasileiros é marcado por diversos sonhos e metas? Comprar a casa própria, trocar de carro, conseguir uma promoção ou aumento de salário na empresa e ser o seu próprio chefe são alguns deles.

O empreendedorismo, por sua vez, é o sonho de grande parte dos profissionais, inclusive dos advogados. Muitos já saem da faculdade pensando em abrir o próprio escritório. Ainda têm aqueles que estão consolidados no mercado e pensam em criar a sua marca.

O fato é que o empreendedorismo jurídico exige planejamento e foco. Afinal, tirar um negócio do papel e fazer com que ele se torne uma referência de mercado não é uma tarefa simples. A boa notícia é que existem algumas dicas para torná-la menos complicada.

Pensando nisso, preparamos neste post uma lista com 4 dicas infalíveis para que você possa empreender no meio jurídico. Continue lendo e confira!

1. Tenha um bom controle financeiro

O primeiro passo, sem sombra de dúvidas, é estruturar as suas finanças. Isso porque a saúde financeira vai determinar o sucesso do seu negócio. O ideal é identificar todos os custos e ganhos do escritório, a fim de determinar um orçamento mensal.

Dessa forma, o advogado tem que entender seus custos, seu fluxo de caixa, quanto recebe por ação e saber identificar se precisa aplicar investimentos para prospectar e fidelizar clientes. Para isso, planilhas de Excel e aplicativos mobile são grandes aliados!

Vamos imaginar que o seu escritório preste serviço para uma empresa de montagem de tubulação industrial. Utilizar ferramentas de controle pode auxiliar na visualização do orçamento e apontar em quais áreas é necessário fazer investimentos.

2. Padronize o serviço

Quanto maior a quantidade de profissionais trabalhando no escritório, maiores são as chances dos problemas surgirem. Afinal, cada advogado tem seu próprio método de trabalho, o que pode gerar conflitos internos e desentendimentos.

Por essa razão, defina quem será responsável por acompanhar os prazos, elaborar os processos, ir às audiências, fazer o protocolo de petições, e por aí vai. Ou seja, padronize todo o serviço e mantenha os colaboradores alinhados.

Suponhamos que o seu maior cliente seja uma empresa do campo B2B, como pistola pulverizadora de pintura.

3. Produtividade

Uma das principais dúvidas na hora de mergulhar no empreendedorismo é sobre como aumentar a produtividade. O fato é que tarefas repetitivas afetam o engajamento dos funcionários. Por isso, é importante ser flexível e deixar a equipe à vontade para expressar opiniões e ideias.

Vamos imaginar que você atue com cordão para crachá personalizado. Assim, é essencial que os colaboradores continuem produzindo e, para isso, é preciso muito mais que um aumento de salário.

Você pode, por exemplo, oferecer dias em home office, negociar o horário de trabalho, criar uma política de benefícios, entre uma série de opções. O ideal é que os colaboradores se sintam bem com o ambiente de trabalho e queiram realmente exercer suas atividades.

4. Atendimento ao cliente

Por fim, o atendimento ao cliente jamais deve ser negligenciado. Afinal, é ele quem torna o seu negócio rentável. Por isso, ouça o seu cliente com empatia, busque por soluções rápidas e esteja disponível para esclarecer dúvidas e questionamentos.

Gostou do nosso post sobre 4 dicas para mergulhar no empreendedorismo jurídico? Então compartilhe com os colegas e deixe o seu comentário!

Esse‌ ‌artigo‌ ‌foi‌ ‌escrito‌ ‌por‌ ‌Beatriz‌ ‌Barros,‌ ‌Criadora‌ ‌de‌ ‌Conteúdo‌ ‌do‌ ‌‌Soluções ‌‌Industriais‌.

Conheça nossos softwares:

Auxilium Web (www.auxilium.com.br) - gestão simples para seu escritório de advocacia.

Jurid Web (www.juridweb.com.br) - legislação comentada e atualização!

Conheça os e-books dos nossos parceiros:

Editora Mizuno - https://ebooks.editoramizuno.com.br

Editora Gz - https://gz.jurid.com.br

Editora Noeses - http://noeses.lettore.com.br

Editora LTr - http://ltrdigital.com.br

Editora Venturoli - http://ebook.editoraventuroli.com/

Palavras-chave: Empreendedorismo Jurídico Maneiras de Empreender Controle Financeiro Padronização Produtividade

Deixe o seu comentário. Participe!

blog/empreendedorismo-juridico-4-maneiras-de-empreender

0 Comentários

Conheça os produtos da Jurid