• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017
ISSN 1980-4288
Exclusivo para Assinantes
Fonte: Tauã Lima Verdan e Ana Lorena Dorigo de Souza

Guarda Compartilhada: uma visão sobre a efetivação do princípio do melhor interesse da criança

O presente artigo trata sobre o tema Guarda Compartilhada: Uma visão sobre a efetivação do princípio do melhor interesse da criança. Para a elaboração do artigo foi feita uma ampla analise sobre Guarda Compartilhada, passando pelo poder de família, família um vocabulário em redefinição, princípio afetividade e por fim o princípio do melhor interesse da criança. Foi abordado dentro deste trabalho o melhor interesse da criança sobre a guarda compartilhada, visto que, o que se tem que ser resguardado, é o bem estar da criança ou adolescente mesmo os seus genitores não estando mais em uma união matrimonial, foi abordado também acerca do posicionamento do judiciário acerca desta decisão sobre a guarda do menor uma vez que é de suma importância para o crescimento e para a vida da criança ou do adolescente tanto a presença da mãe, quanto do pai, pois cada um tem seu papel, cada um preenche o lado afetivo dos filhos e cada um tem seus direitos e deveres.

1 INTRODUÇÃOO presente trabalho aborda acerca da família, sua conceituação, e sua evolução, compreendendo que família não é apenas a que se constrói a partir do casamento civil, tendo em vista que a profundas mudanças da sociedade também configuraram famílias homoafetivas e monoparental.Aborda também o poder familiar, antes visto como poder pátrio, poder este que ficava sobre a guarda do pai, por sua vez, o pai era visto como o chefe da família e era quem ditava as regras para os demais membros ...

Palavras-chave: Poder Familiar Filhos Guarda Compartilhada Melhor Interesse CF CC ECA