• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Terça-feira, 26 de Setembro de 2017
ISSN 1980-4288

Aguardar o trânsito em julgado contribui para a impunidade dos poderosos, diz Sergio Moro

Juiz torce para que STF mantenha autorização de prisões de condenados na segunda instância.

Fonte: Folha de S.Paulo

Comentários: (1)


Juiz Sérgio Moro. Reprodução: fotospublicas.com

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, disse que espera que o STF (Supremo Tribunal Federal) mantenha o entendimento que hoje autoriza prisões de condenados na segunda instância da Justiça. "Aguardar o trânsito em julgado contribui para a impunidade dos poderosos", disse Moro.


Os ministros do STF julgarão duas ações protocoladas pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e pelo PEN (Partido Ecológico Nacional) contra o entendimento da Corte que autorizou prisões de condenados na segunda instância da Justiça, antes do fim de todos os recursos.


"Particularmente acho que há margem para que o entendimento seja mantido" disse o juiz. Moro disse que antes do entendimento ele e outros juízes acumulavam casos em que os condenados recorriam até que o crime prescrevesse. "Espero que eu não tenha que voltar ao escaninho da prescrição a partir da quinta-feira."


A declaração foi dada no Fórum Nacional dos Juízes Criminais, que aconteceu nesta terça-feira (4), em São Paulo. O tema do fórum foi o combate aos crimes de corrupção e à lavagem de dinheiro.


Moro também falou sobre a Operação Lava Jato. Ao comentar a crítica de que haveria excesso de prisões cautelares ele reconheceu que essas prisões são excepcionais, mas as julga necessárias. "Estamos em tempos excepcionais. Mas essa excepcionalidade se dá sempre dentro da legalidade", disse Moro.


O evento foi realizado pela Associação dos Juízes Federais. Moro respondeu apenas questões formuladas por magistrados e não falou com jornalistas.

Palavras-chave: Operação Lava Jato Sergio Moro OAB Corrupção Lavagem de Dinheiro Prisões Segunda Instância

URL Encurtada

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/aguardar-o-transito-em-julgado-contribui-para-a-impunidade-dos-poderosos-diz-sergio-moro

1 Comentários

Anselmo Acácio de Jesus advogado11/10/2016 9:45 Responder

Até quando vamos tolerar um Juiz fascista desrespeitando as lei e rasgando a nossa CF? Alguém tem que gritar que Moro sofre de psicose aguda! Vejamos que ele possui aquelas caraterística dita e potencializados por Lombroso! O transito e julgado é condição sine qua non para a prisão! Entender diferente é subverter a lei! Os poderoso são imune a prisão por falta de coragem de Juízes como o próprio Moro que não denunciam os envolvidos, vejamos os casos dos tucanos de furnas e trensalão, dos pemedebistas do petrolão, da cúpula do DEM nos casos mensalão e petrolão, carf, hsbc, Aanamá Peppers! É a falta de coragem para denunciar e processar os "grandes" que contribui para a impunidade e nao a obediência ao devido processo legal! Prender petista, pobre, preto e puta é fácil, quero ver é prender o "esta porra do jucá e sua turma"! Espero que não precise desenhar quem são os delinquentes do que Mora chama de "isto nao vem ao caso"!