Suspeitos de matar adolescente em Araçariguama irão a Júri Popular

Réus foram pronunciados.

Fonte: TJSP

Comentários: (0)



Reprodução: pixabay.com

O juiz Roberto de Carvalho, da Vara Criminal, da Infância e Juventude de São Roque, proferiu, na última quarta-feira (26), sentença na qual pronunciou três pessoas pelo sequestro, assassinato e ocultação de cadáver de uma adolescente na cidade de Araçariguama, em 2018. A decisão levará os acusados a júri popular.


O caso ganhou notoriedade pelo fato de se tratar de uma adolescente de 12 anos que, ao ser confundida com a irmã de um rapaz com dívidas de drogas, foi sequestrada pelos três acusados – dois homens e uma mulher – que a agrediram por horas. Após perceberem que o caso havia tomado grandes proporções, eles a assassinaram.


Na sentença, o magistrado afirmou que o julgamento pelo tribunal popular se trata de “uma das raríssimas situações do direito processual penal que não é permeado pelo princípio do in dubio pro reo”. “Aqui”, continuou, “a dúvida milita em favor da sociedade que, através do julgamento pelo Tribunal do Júri, decidirá sobre essa certeza. Pelo colhido nesta fase processual, ao final se constatou indícios suficientes de materialidade e de autoria em relação aos réus”.


Os réus não poderão aguardar o julgamento em liberdade.

Palavras-chave: Sequestro Assassinato Ocultação de Cadáver Pronúncia Júri Popular

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/suspeitos-de-matar-adolescente-em-aracariguama-irao-a-juri-popular

0 Comentários

Conheça os produtos da Jurid