Prefeitura deverá ressarcir centro de diagnósticos por exames realizados após prorrogação de contrato

O valor a ser restituído é de R$ 37 mil.

Fonte: TJSP

Comentários: (0)



Reprodução: pixabay.com

A 11ª Câmara de Direito Público manteve sentença que condenou a Prefeitura de Batatais a ressarcir centro de diagnóstico por serviços prestados após prorrogação de contrato administrativo firmado entre as partes. O valor foi fixado em R$ 37 mil.


De acordo com os autos, a Municipalidade de Batatais firmou contrato para a realização de exames de ressonância magnética em um centro de diagnósticos por imagem. O contrato foi prorrogado tacitamente e os serviços continuaram sendo prestados, mas a Prefeitura deixou de realizar os pagamentos referentes aos exames feitos após a prorrogação.


Em seu voto, o relator da apelação, desembargador Afonso Faro Jr., afirmou que a sentença deu correta solução ao litígio, devendo, por esse motivo, ser mantida. “A recusa ao pagamento não tem a mínima sustentação, até porque, sequer na hipótese de nulidade ou inexistência do contrato está a Administração autorizada a tirar proveito da atividade particular sem o correspondente pagamento, sob pena de configurar enriquecimento ilícito.”


Os desembargadores Aroldo Viotti e Ricardo Dip completaram a turma julgadora. A decisão foi unânime.


Apelação nº 1002035-07.2017.8.26.0070

Palavras-chave: Ressarcimento Centro de Diagnósticos Exames Ressonância Magnética Serviços Prestados

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/prefeitura-devera-ressarcir-centro-de-diagnosticos-por-exames-realizados-apos-prorrogacao-de-contrato

0 Comentários

Conheça os produtos da Jurid