Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/justica-de-minas-deixa-aluna-do-ensino-medio-entrar-na-faculdade

2 Comentários

Luis Henrique dos Santos Bacharel30/08/2007 10:27 Responder

Se pensarmos contrário sensu, se é pré requisito à admissão ao curso superior a todos, não há como refurtarmos a esse; portanto... sendo assim uma pessoa que viesse a prestar exame de ordem sem ter concluído o curso ...?

Augusto Rezende Advogado26/09/2007 21:18 Responder

A Magistrada agiu de forma correta, pois se formos fazer uma analogia o Sr. Presidente da República, também jamais poderia ser, considerando ser o Magistrado da Nação, sem qualquer tipo de formação Superior, é um homem, íntegro, capaz e soube na Universidade da Vida adquirir valores que muitos "Mestres" ou pseudos "mestres" não obtêm: É somente comparar o Govêrno dele com o Govêrno anterior, há falhas, logico que haverão sempre, entretanto um Presidente sem qualquer curso Superior dirigir Uma Nação como a Nossa já demonstra, por analogia que a Magistrada Mineira tem toda a razão;

Conheça os produtos da Jurid