• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Quarta-feira, 20 de Junho de 2018
ISSN 1980-4288

Ex-policial é condenado a 72 anos de reclusão pelo assassinato de dois jovens em Ribeirão Preto

Os jurados reconheceram que os crimes foram praticados por motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa das vítimas.

Fonte: TJSP

Comentários: (0)


Reprodução: pixabay.com

O 2º Tribunal do Júri de Ribeirão Preto condenou o ex-policial civil R. J. G. a 72 anos de prisão pelo assassinato de dois jovens – um de 18 e outro de 15 anos de idade. Os jurados reconheceram que os crimes foram praticados por motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa das vítimas – segundo a denúncia, G. atirou nos rapazes de dentro de uma viatura da Polícia Civil.


Na sentença, a juíza Isabel Cristina Alonso Bezerra dos Santos destacou a frieza emocional e insensibilidade do réu ao matar as vítimas, uma delas no começo da vida adulta e a outra, menor de idade.


Ela considerou ainda como agravante para a fixação da pena o fato de o crime ter sido cometido “com abuso de poder ou violação de dever por uma quadrilha, em verdadeira atuação de grupo de extermínio, por quem tinha o dever legal de proteção à sociedade”.


O acusado deverá cumprir a pena em regime inicial fechado e sem direito de recorrer em liberdade.


Processo nº 1001580-44.2007.8.26.0506

Palavras-chave: Condenação Reclusão Assassinato Motivo Torpe Denúncia Frieza Emocional

URL Encurtada

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/ex-policial-e-condenado-a-72-anos-de-reclusao-pelo-assassinato-de-dois-jovens-em-ribeirao-preto

0 Comentários