Caixa é condenada a incluir empregado em plano de saúde

Empresa também deverá pagar danos morais por negativa de plano de saúde

Fonte: Prezz Comunicação

Comentários: (0)



Imagem:M_redacao11:14:07.jpg

A Justiça do Trabalho condenou a Caixa Econômica Federal a incluir empregado no plano de saúde da empresa, a Saúde CAIXA. Aprovado no concurso com previsão expressa em edital sobre o direito ao plano de assistência à saúde, o empregado teve a possibilidade negada pela empresa.


A Caixa baseou a negativa do plano de saúde em um acordo coletivo firmado em agosto de 2018. O empregado deveria ter sido contrato em abril de 2018, em cumprimento a decisão judicial, mas a empresa pública só o efetivou em janeiro de 2019.


O Acordo Coletivo de Trabalho em questão, com validade de 2018 a 2020, foi celebrado entre a Caixa Econômica Federal e a Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Empresas de Crédito e permitiu a inclusão, no plano de assistência à saúde Caixa, apenas, dos empregados admitidos até 31/08/2018.


“A assistência à saúde é um dos direitos sócio fundamentais do trabalhador. A negativa de incluí-lo no plano de assistência, sem oferecer qualquer alternativa, é completamente ilegal”, argumenta o advogado responsável pela ação, Dr. Max Kolbe.


O argumento de Kolbe foi acatado pelo juiz da 9ª Vara do Trabalho de Brasília, Acelio Ricardo Vales Leite, que determinou a inclusão do empregado e seus dependentes no Saúde Caixa


Edital


Para o magistrado, o edital, como lei do concurso público, vincula as partes às regras nele estabelecidas, independente de acordo coletivo posterior ao próprio edital.


“É irrelevante a regra contida no acordo coletivo, porque a reclamada vinculou-se à proposta feita quando do lançamento do concurso público. Todos os aprovados têm direito ao plano de saúde. Não se trata de mera expectativa de direito”, apontou na sentença.


Além da inclusão no plano de saúde, o empregado também receberá indenização por dano moral por considerar, o juiz, que a empresa “revela a um só tempo desprezo pelas regras que edita e pelas decisões judiciais, e, ainda, menospreza o direito do trabalhador concursado”.

Palavras-chave: Justiça do Trabalho Plano de Saúde Acordo Coletivo Trabalhador CEF

Deixe o seu comentário. Participe!

apoiadores/caixa-e-condenada-a-incluir-empregado-em-plano-de-saude

0 Comentários

Conheça os produtos da Jurid