• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
ISSN 1980-4288
Exclusivo para Assinantes
Fonte: Fonte: Site TJDFT.

Seguradora é condenada por negar indenização a mulher com invalidez permanente.

Sentença Civil.

Circunscrição: 1 - BRASÍLIA Processo: 2005.01.1.045339-4 Vara: 201 - PRIMEIRA VARA CÍVEL DE BRASÍLIA Processo: 2005.01.1.045339-4 Ação: COBRANÇA Requerente: MARIA HELENA DE CAMARGO SOUZA Requerido: SUL AMÉRICA AETNA SEGUROS E PREVIDÊNCIA SA Sentença RELATÓRIO MARIA HELENA DE CAMARGO SOUZA propôs ação de conhecimento em face de SUL AMÉRICA AETNA SEGUROS E PREVIDÊNCIA S/A, objetivando a condenação desta ao pagamento de indenização securitária, correspondente a 30 (trinta) vezes a sua remuneração, ...

Palavras-chave: seguradora