• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Sábado, 25 de Março de 2017
ISSN 1980-4288
Exclusivo para Assinantes
Fonte: TJRS

Hospital é condenado por perder corpo de bebê

Ação ordinária de reparação de danos

Realizada ecografia constatou-se a morte do feto de sexo masculino, logo após a médica Scheyla Ervis Ceroni tendo procedido cirurgia para  retirada do natimorto que pesava aproximadamente 730 gramas, no atestado de óbito  constando como causa da morte ?mal formação congênita não especificada do  aparelho urinário?, às 12h41min.  Ocorre que a partir daí o corpo desapareceu, o último registro de  sua existência sendo às 13h40min, quando deu entrada na câmara funerária do  hospital.  Sem isso ...

Palavras-chave: direito civil indenização danos morais abalo psicológico