• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Domingo, 20 de Agosto de 2017
ISSN 1980-4288

Léo Pinheiro reafirma à Justiça que tríplex era do ex-presidente Luiz Inácio Lula da SIlva

A afirmação foi feita através das alegações finais da defesa de Léo Pinheiro entregues ao juiz Sérgio Moro.

Fonte: Folha Express

Comentários: (0)


Ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Reprodução: fotospublicas.com

Nas alegações finais entregues à Justiça, a defesa do empresário Leo Pinheiro, da OAS, voltou a afirmar que "o real proprietário do tríplex [no Guarujá] era o ex-presidente Lula".


O documento, encaminhado nesta terça-feira (20) ao juiz Sergio Moro, corrobora o depoimento de Pinheiro na mesma ação, que acusa Lula de ter se beneficiado de vantagens indevidas na compra e na reforma do apartamento em questão.


A defesa ainda afirma que as provas apresentadas por Pinheiro, como agendas de encontros com Lula e registros telefônicos, demonstram "um perfeito encadeamento lógico e fático".


Para os advogados do empreiteiro, as versões de Lula sobre as conversas que mantinha com Pinheiro não são "críveis". O ex-presidente nega que tenha tratado com o empreiteiro sobre o apartamento. Segundo o documento, todas as reformas feitas no imóvel atendiam a pedidos de Lula, e o empresário foi orientado a encobrir a real propriedade do apartamento.


Os valores gastos pela OAS no tríplex, de acordo com os advogados de defesa, foram "descontados da propina a ser paga ao PT por força das obras da Petrobras".


A defesa de Pinheiro pede que seja reconhecida a relevância da colaboração do empreiteiro na ação -ele negocia uma delação premiada com a Operação Lava Jato, mas, mesmo sem acordo, admitiu os crimes espontaneamente ao juiz Moro.


Nesta terça, terminou o prazo para que as defesas se manifestem sobre a acusação de posse do tríplex. A partir desta etapa, o juiz Moro já pode proferir sua sentença.


OUTRO LADO


A defesa de Lula, em entrevista concedida nesta terça, sustentou que a OAS não tinha como ceder a propriedade ou prometer a posse ao ex-presidente, o que invalidaria a acusação do Ministério Público Federal.

Palavras-chave: Operação Lava Jato Lula Léo Pinheiro OAS Tríplex Guarujá propina PT Petrobras

URL Encurtada

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/leo-pinheiro-reafirma-a-justica-que-triplex-era-do-ex-presidente-luiz-inacio-lula-da-silva

0 Comentários