• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Sexta-feira, 18 de Agosto de 2017
ISSN 1980-4288

Acusado de colocar fogo em ônibus e matar motorista é condenado a mais de 25 anos de reclusão

Crime teria sido praticado por vingança.

Fonte: TJSP

Comentários: (0)


Reprodução: pixabay.com

Um homem acusado de incendiar ônibus e provocar a morte do motorista foi condenado pelo 5º Tribunal do Júri da Capital a 25 anos, quatro meses e 13 dias de reclusão, em regime inicial fechado. No mesmo processo, os jurados também o condenaram por associação criminosa e corrupção de menores. Outros seis réus serão julgados no próximo dia 20 por provocar incêndio, por associação criminosa e corrupção de menores – os crimes foram cometidos em outubro de 2014.


Segundo a denúncia, os acusados praticaram os crimes como vingança pela morte de um homem que tentou roubar um policial militar, que reagiu ao assalto e o baleou.


Na sentença, a juíza Giovanna Christina Colares destacou que “o modus operandi adotado pelo réu revelou premeditação (prévia reunião com comparsas para a prática do incêndio) e frieza incomuns (acionar um isqueiro contra a vítima indefesa, que apenas tentava retirar a sua bolsa e evitar o incêndio do coletivo que conduzia), além de dolo intenso, denotando exacerbada reprovabilidade e uma personalidade desajustada, mesmo porque revelou em seu interrogatório que um dos traficantes do local em que residia era seu ídolo na época”.


Processo nº 0005896-77.2014.8.26.0052

Palavras-chave: Acusado Associação Criminosa Corrupção de Menores Vingança Incêndio Ônibus Homicídio

URL Encurtada

Deixe o seu comentário. Participe!

noticias/acusado-de-colocar-fogo-em-onibus-e-matar-motorista-e-condenado-a-mais-de-25-anos-de-reclusao

0 Comentários