• facebook-footer
  • twitter-footer
  • googleplus-footer
Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
ISSN 1980-4288
  • Doutrina » Civil Publicado em 31 de Janeiro de 2018 - 12:25

    A mediação e o novo cenário jurídico

    A mediação e o novo cenário jurídico

  • Doutrina » Penal Publicado em 29 de Janeiro de 2018 - 11:36

    Em tempos de febre amarela e “Lava – Jato” todo mundo quer imunidade: vereadores e prisão em flagrante

    Considerações do Professor de Direito Penal, Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Penal Publicado em 23 de Janeiro de 2018 - 11:48
  • Doutrina » Penal Publicado em 15 de Janeiro de 2018 - 11:36

    Crimes de Trânsito: embriaguez e racha com morte ou lesão grave – matando a proporcionalidade

    Parecer do professor de Direito Penal Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Geral Publicado em 08 de Janeiro de 2018 - 17:13

    Comunidades carentes, ausência do estado e vassalagem: o medieval no Século XXI

    Considerações do professor e delegado Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Penal Publicado em 02 de Janeiro de 2018 - 16:01
  • Doutrina » Penal Publicado em 20 de Dezembro de 2017 - 15:58

    Inoperância do Sistema Carcerário brasileiro: entre a teoria e a realidade concreta: superlotação devido ao vasto número de reincidências

    O escopo do presente trabalho fará uma análise de pesquisa qualitativa, elaborada a partir de método hipotético-dedutivo que será formado com base em revisões bibliográficas e consultas de materiais teóricos específicos da temática levantada a respeito da inoperância do sistema carcerário brasileiro e a superlotação devido ao vasto número de reincidência, assim, o dispositivo cientifico abordara no tocante do Sistema Penitenciário Brasileiro, focando principalmente de maneira simples e objetiva sobre os principais aspectos do sistema prisional no Brasil, apontando os regimes de cumprimento de penas, as formas de cumprimento de penas, a diferença entre presídios para centro de detenção provisório. Abordará, também, a respeito do processo de ressocialização como direito do preso, sob o viés da aplicação da ressocialização como uma imprescindibilidade de oportunizar ao penitenciado as circunstancias de ele se regenerar, assim, objetivando preparar este sujeito para o seu regresso para sociedade com o enfoque que ele não mais torne a delinquir.Com isso, este dispositivo cientifico demostrará os métodos utilizados no Brasil para reintegrar este preso novamente à sociedade por meio da educação e do trabalho, buscando concretizar a dignidade humana desses detentos, que a perderam em algum momento desta vida, devido a vários fatores sociais acarretados. Salienta-se que, no que concerne à quantidade de presídios que atualmente foram construídos no Brasil, tal como o quantitativo da população carcerária e sobre o alto índice de reincidência, chegando cerca de 70% (CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, 2017). Outro fato crucial é o superlotamento do sistema carcerário, as condições desumanas que os presos têm vivenciado dentro do presídio, demostrando que isto é resultado dá má ressocialização que acarreta no alto índice de reincidência. Por fim, trabalhará sobre a arguição de descumprimento de preceito fundamental, prevista no artigo 102, §1º, da CFRB/88. Registra-se que, o STF tem se posicionado no sentido de que uma vez que os presos estão sobre custodia do Estado, a responsabilidade é do próprio Estado e tal responsabilidade sempre será objetiva, ou seja, qualquer lesão aos direitos dos detentos ocorrida dentro dos Centros de Detenção Provisórios ou dentro das Penitenciarias o Estado terá que indenizar.

  • Doutrina » Penal Publicado em 29 de Novembro de 2017 - 16:22

    Estupro de Vulnerável diante do Estatuto da Pessoa com Deficiência

    Este trabalho tem por objetivo o estudo do problema do crime de estupro de vulnerável, mais especificamente do caso da vulnerabilidade por enfermidade mental, diante das novas normas de capacidade civil apresentadas pelo Estatuto da Pessoa com deficiência. O intuito é obter o máximo de segurança e proteção ao deficiente, sem tolher sua autonomia possível.

  • Doutrina » Penal Publicado em 22 de Novembro de 2017 - 12:05

    Lei de Crimes Hediondos e sua aplicação na Justiça Militar face à Lei nº 13.491/17

    O presente texto tem o intuito de discutir a questão da aplicabilidade ou não da Lei dos Crimes Hediondos à Justiça Militar a partir da inovação legislativa promovida pela Lei 13.491/17.

  • Doutrina » Penal Publicado em 20 de Novembro de 2017 - 12:01

    Teoria do Dolo Geral em uma visão crítica

    Considerações do professor de Direito Penal, Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Penal Publicado em 16 de Novembro de 2017 - 14:50

    O crime de porte ou posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e o seu caráter hediondo

    Parecer dos professores Eduardo Luiz Santos Cabette e Francisco Sannini Neto.

  • Doutrina » Tributário Publicado em 30 de Outubro de 2017 - 12:37

    Nota Fiscal Paulista e seus reflexos

    O Governo do Estado de São Paulo instituiu o programa de estimulo à cidadania, denominado Nota Fiscal Paulista, que foi criado pela Lei N° 12.685 de 28 de Agosto de 2007, com intuito de incentivar consumidores a exigirem do estabelecimento comercial o documento fiscal. E os que solicitar a inclusão do CPF no ato da compra, poderão escolher como receber os créditos e ainda concorrerem a prêmios em dinheiro. Assim, objetivou-se apresentar aos consumidores e estabelecimentos comerciais as funcionalidades, benefícios e penalidades (em caso de uso fraudulento) existentes no programa Nota Fiscal Paulista. Realizou-se pesquisa Descritiva de Campo, quantitativa. Amostra composta de 100 participantes, selecionadas aleatoriamente em setembro de 2017, no município de Fernandópolis, SP, responderam o questionário, contendo 6 perguntas. Com os resultados nota-se que em relação ao conhecimento do programa, 52% sabem da existência do mesmo. Quanto ao cadastro da Nota Fiscal Paulista, 54% são inscritos. Já referente às solicitações da inserção do CPF, 54% afirmaram realizar tal solicitação. Sobre a existência e/ou recusa ao solicitar a Nota Fiscal Paulista em estabelecimento comercial, a maioria, 91% não apresentaram dificuldades. No que condiz à aceitação do programa, 83%responderam serem favoráveis. Sobre a opinião do maior beneficiado com o programa, 67%dos participantes acreditam que é o Estado, 30% o consumidor e, apenas, 3%as empresas. Portanto, o programa Nota Fiscal Paulista instituído pelo Estado de São Paulo, que visa gerar créditos em pecúnia aos consumidores, de fato é compreendido como favorável, já que aponta aceitação e participação da maioria dos participantes da pesquisa. Logo, benefícios são evidentes por aumentar a arrecadação de ICMS e diminuir a sonegação fiscal. Entretanto, há penalidades que são aplicadas no uso indevido do programa, tanto para o consumidor quanto as pessoas jurídicas quando não transmitem as informações ao fisco no prazo estipulado.

  • Doutrina » Tributário Publicado em 27 de Outubro de 2017 - 16:00

    Análise Tributária de uma empresa Prestadora de Serviços optante pelo Lucro Presumido em relação ao Simples Nacional

    Em tempos atuais é possível perceber que permanecer no mercado está cada vez mais difícil devido à alta carga tributária imposta aos empreendimentos, das constantes alterações na legislação brasileira e a falta de instrução correta de um profissional da área contábil. O planejamento tributário se faz de suma importância dentro de todo e qualquer negócio existente, pois o mesmo contribui para o aumento ou, então, uma diminuição dos tributos incidentes sobre as receitas geradas pelas empresas e organizações dentro das leis vigentes no País. Este estudo objetivou-se em analisar a tributação de uma empresa prestadora de serviços, enquadrada no regime tributário Lucro Presumido, localizada na cidade de Fernandópolis-SP com o regime Simples Nacional, para entender desta maneira a importância do Planejamento Tributário. Realizou-se uma pesquisa, por meio de estudo de caso e análise quantitativa e comparativa e fez-se necessário um aprofundamento sobre as duas formas de tributação o Lucro Presumido e o Simples Nacional, após este estudo, são realizados os cálculos dos tributos incidentes sobre as receitas e feita uma comparação entre os resultados obtidos sobre o último trimestre de 2016. Ao apurar os impostos do atual regime de tributação e comparar com o Simples Nacional, verificou-se que a empresa está enquadrada no regime de tributação correto, o Lucro Presumido, uma vez que este é o menos oneroso para as atividades da empresa. Logo, observa-se que ter um planejamento tributário e um empreendimento no regime adequado às suas necessidades é possível contribuir para a saúde financeira e continuidade das atividades empresariais.

  • Doutrina » Penal Publicado em 23 de Outubro de 2017 - 12:25

    O “Lobby” Militar, a Lei 13.491/17 e um tirinho de menor potencial no pé

    Considerações do Professor de Direito Penal, Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Penal Publicado em 18 de Outubro de 2017 - 15:34

    Crimes Militares praticados contra Civil – competência de acordo com a Lei 13.491/17

    Considerações do professor de Direito Penal, Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Penal Publicado em 02 de Outubro de 2017 - 15:27

    Comentários às Súmulas 587, 588 e 589 do STJ

    Considerações do professor de Direito Penal, Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Geral Publicado em 26 de Setembro de 2017 - 11:53

    O Advogado e a Mídia: entre distorções e ignorâncias

    O presente artigo discorre sobre o relacionamento da mídia com o advogado.

  • Doutrina » Penal Publicado em 12 de Setembro de 2017 - 17:06
  • Doutrina » Penal Publicado em 15 de Agosto de 2017 - 10:29

    Viva – voz e prova ilícita: decisão do STJ

    Considerações do doutrinador Eduardo Luiz Santos Cabette.

  • Doutrina » Penal Publicado em 01 de Agosto de 2017 - 15:09

    Linchamento como Medida Alternativa Penal: a Barbárie que se instala

    Parecer do doutrinador Eduardo Luiz Santos Cabette.

Exibindo resultado de 1 até 20 de um total de 144